sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Receita para um Ano Novo Feliz


Receita para um Ano Novo Feliz
Pegue 12 meses inteiros.Limpe-os bem,
tirando toda a amargura, ódio e inveja.
Deixe-os tão limpos quanto possível.
Depois corte cada mês em 28, 30 ou 31partes diferentes,
mas não pegue todas de uma vez só.
Prepare-as pouco a pouco, atento aos ingredientes.
Misture bem em cada dia uma porção de fé,uma porção de paciência,
uma porção de corageme uma porção de trabalho.
Adicione uma parte de esperança, lealdade,
generosidade, meditação e boa vontade.
Tempere tudo com pitadas de espiritualidade,diversão,
um pouco de brincadeirase um copo cheio de bom humor.
Despeje tudo isso numa tigela de amor.
Cozinhe bem, com muita
alegria,e enfeite com um sorriso.
Depois sirva tranqüila, desapegada e carinhosamente.
Assim você está destinado a ter muitas
Felicidades.

O Mundo Multicor


As cores do mundo
Por Luci Ane G. Melo

( 27/08/08- 21:35)

Sinto e percebo tons e sons variados.
Vivo, transpiro, inspiro
e respiro perfumes por todos os lados.
Medito, reflito com muito cuidado.
Passo por portais verdes e dourados.
Corro por corredores
e por portões coloridos, mais apertados.
Abro meu caminho
vislumbrando sempre o outro lado.
Bebo água pura, cristalina e renovada.
Com cores novas, vibrantes e verdejantes
Divido com carinho o meu olhar multicor.

Vejo novo mundo colorido e iluminado.
Renasço cada dia com o Sol por sua luz e calor.
Crio novos rumos a cada dia conquistado.
Amo o mundo inteiro
Com suas cores, sabores e defeitos,
Mesmo que não seja perfeito.

O Bem-te-vi-A natureza inspirando poesia.

O BEM-TE-VI
POR LUCI ANE G. MELO
(27/11/2008 – 08:18)

És o Bem-te-vi mais lindo que já vi.
Antes de lhe ver, eu já ti senti.
Como posso esquecer de ti
Oh! meu Bem eu ti vi.
Vivo a ouvir o seu chamado por mim.
Bem-te-vi
Não esqueça de mim,
Pois eu não ti esqueci.

video

terça-feira, 30 de dezembro de 2008


Águas da vida
Por Luci Ane G. Melo
(26/11/2008 - 18:00)
A vida que levo
É a vida que carrego
É a que quero levar.
Se não é a que escolhi,
Então o que eu estou fazendo aqui
Que não mudo de lugar ?
Como as águas das correntezas,
Sendo rasas ou profundezas,
Nunca param de procurar.
Também nós em nossas vidas,
Procuramos águas limpas, claras e tranqüilas
onde possamos nos banhar.

DEIXANDO O NINHO
Todos nós um dia deixaremos
ou já deixamos os nossos ninhos.
Seja para estudar, para nos casar,
para seguir enfim as nossas vidas.
Mas essa partida não precisa ser doida.
Pode ser dividida e menos sofrida.
A vida segue em frente
Tanto para quem vai ,
Como para quem fica a observar os seus queridos
Seguirem seu caminhar.
Na verdade o ninho fica vazio por um período.
É uma metáfora da própria vida,
pois esse ninho representará sempre aquelas vidas
que por lá viveram.
Mostra a existência de vidas passadas e vidas futuras.
Um ninho hoje vazio,
poderá servir amanhã para outras ninhadas.
A vida cumpre seu ciclo.
Por Luci Ane G. Melo
(27/11/08 – 07:55)

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008


As noites de nossas vidas

A vida é fascinante!
Em todo o amanhecer
Revivemos a sensação do nascimento.
Todo anoitecer
Vivemos a sensação
De uma gestação
E renascemos a cada dia.
Nos primeiros anos de nossas vidas,
Temos a sensação que tudo é eterno.

Os anos nos mostram que a vida dura um instante.
Por Luci Ane-19/11/08- 21: 11